A caminho de Pequim: João Neto, nº1 do judo mundial

Abril 22, 2008

Miguel Pereira

Desde a medalha olímpica conquistada por Nuno Delgado em 2000, em Sidney, tudo passou a ser diferente no judo português. Hoje o número de praticantes é cerca de 12 mil. Telma Monteiro e João Neto são as grandes esperanças lusas para uma medalha em Pequim. Este último sagrou-se campeão europeu na categoria de -81 kg no passado fim-de-semana, em Lisboa.

Muito foi o público que se deslocou ao Pavilhão Atlântico para assistir ao Euro Judo Lisboa 2008. Podemos dizer que aqueles que lá estiveram assistir a este grandioso evento não se podem dar por decepcionados. Quatro foram as medalhas conquistadas pelos judocas lusos: uma de ouro (João Neto) e três de bronze (Yahima Ramirez, Pedro Dias e Ana Hormigo).

João Neto foi, entre os portugueses, quem voou mais alto, sagrando-se campeão europeu na categoria de -81kg. Este jovem de 26 anos, nascido em Coimbra, sempre defendeu as cores da Associação Cristão da Mocidade de Coimbra. Começou a praticar a modalidade aos 8 anos. “O judo é feito de oportunidades. Aqui tive a minha e não a deixei fugir”, salientava o João Neto, logo após subir ao lugar mais alto do pódio, para ouvir o hino nacional português, que tocava devido à sua conquista.

Este triunfo permitiu a João Neto subir ao primeiro lugar do ranking mundial EJU na categoria de -81kg, sendo uma das grandes esperanças portuguesas para uma medalha nos próximos Jogos Olímpicos. No entanto, Telma Monteiro, por não ter disputado os europeus de Lisboa, por lesão, caiu para segundo lugar do ranking mundial na categoria de -52kg.

Estes dois judocas fazem parte da elite do judo mundial e estão, por conseguinte, entre os candidatos às medalhas em Pequim. A João Neto e Telma Monteiro juntam-se Ana Hormigo (-48kg), Pedro Dias (-66kg) e João Pina (-73kg), que tentaram lutar pela glória lusitana na principal prova desportiva do planeta.

Anúncios